O Pequeno Príncipe

Autor: Antoine de Saint-Exupéry

Um piloto de avião, tem a má sorte de cair logo no deserto do Saara. Estava completamento isolado de tudo, mas para sua surpresa, na manhã seguinte uma vozinha o acorda: "Por favor... Desenha-me um carneiro!". Era o príncipe, "um pedacinho de gente inteiramente extraordinário". Juntos, iniciam uma jornada cheia de questionamentos sobre a vida e sobre as pessoas.
   A cada página lida, há um aprendizado. Uma reflexão sobre nós mesmos. É possível identificar-se com os curiosos personagens, como o rei que reina sobre tudo e todos. O vaidoso, que preocupa-se apenas em receber elogios.
 Inicialmente pensamos que trata-se de um livro infantil. Porém como diz o autor: "um livro urgentíssimo para adultos". Infelizmente conheço poucas "pessoas grandes" que leram essa fantástica obra.
Lendo O Pequeno Príncipe, percebe-se que não apenas crescemos e amadurecemos, mas deixamos de ser crianças. Não isso não é lógico. O que quero dizer, é que quando passamos a ter pensamentos "de adultos", ou melhor, de pessoas grandes, deixamos de valorizar as pequenas coisas, como um simples sorriso, uma bela flor ou até um amigo. É como se aqueles sonhos da infância, virassem besteira. Por isso que reforço que ideia de que o livro traz acima de tudo um aprendizado. Por mais que a maioria das pessoas grandes se considerem crescidas, já foram crianças. E bem lá no fundo ainda são.
Um livro 100% recomendável tanto para as pessoas grandes quanto para as pequenas.

Um comentário:

  1. Esse aí já ta na minha lista do skoob "vou ler".
    Vim aqui para retribuir a visita e responder o comentário que você deixou no meu blog, sobre parceria. Aceito sim, Lili.
    Não achei seu link-me, se puder, passa ele pra mim lá no meu blog, ou me envia um e-mail. ;)
    http://lerimaginarcriar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir